Pedra-Pomes – Microesferas de Plástico de substituição rápida

Deve ser imposta uma proibição de microesferas de plástico em cosméticos em todo o mundo o mais rápido possível. Este é o pedido de muitos legisladores em todo o mundo.

 

Os efeitos prejudiciais das microesferas têm sido debatido recentemente na imprensa.

 

Tendo em conta a proibição do uso de Microesferas de Polietileno por parte da FDA dos Estados Unidos, devido a graves danos à vida marinha, muitos grandes fabricantes Europeus e Globais decidiram remover as microesferas dos seus produtos.

 

Depois de diversos testes e análises, muitas empresas estão agora a selecionar o nosso Pó de Pedra-Pomes de grau 0-3/4. Isto acontece devido ao tamanho semelhante da partícula e por ser uma rocha vulcânica natural com grandes capacidades de esfoliação. A pedra-pomes é uma alternativa muito rentável às microesferas e o mais importante é que o seu pH neutro não prejudica o ambiente marinho.

 

Porque razão são as microesferas tão controversas?

As microesferas são partículas plásticas com um tamanho inferior a 5mm. São usadas em cosméticos, incluindo a pasta de dentes, para encorpar e fornecer abrasão. Os fabricantes usam-nas porque os grânulos podem ser fabricados com graus uniformes de tamanho e dureza.

 

É estimado que os micro plásticos de cosméticos constituam até 4.1% dos plásticos que entram no ambiente marinho.

 

Os governos irão considerar uma proibição do uso de microesferas em cosméticos se a UE não legislar essa proibição.

 

Fácil de comer

A poluição de micro plásticos é potencialmente mais prejudicial do que resíduos de plástico com um tamanho maior, porque é mais provável serem ingeridos por animais selvagens. Os micro plásticos também têm uma maior área de superfície para atrair as toxinas.

 

Uma placa média de ostras pode conter até 50 partículas plásticas. Ainda não dispomos de qualquer prova relativa do quão prejudicial pode ser mas a maioria das pessoas provavelmente preferiria não comer microesferas na sua comida.

 

Ação

Os cosméticos são uma das maiores fontes de resíduos de micro plásticos em conjunto com a abrasão de pneus de carro e as marcas de estrada. Mas estas questões são muito mais difíceis de abordar do que uma simples proibição de microesferas em produtos cosméticos, onde já existem substitutos.

 

Mais de 280 espécies marinhas ingeriram micro plásticos, mas é necessária mais investigação em poluição plástica devido à grande incerteza sobre o risco ecológico.

 

"Estamos absolutamente empenhados em proteger os mares, oceanos e vida marinha de poluição e iremos examinar de forma detalhada as recomendações contidas neste relatório oportuno", disse um porta-voz do Departamento do Meio Ambiente, Alimentos e Assuntos Rurais (Defra).

 

"Muitos fabricantes já adotaram medidas voluntárias para remover as microesferas de produtos cosméticos, de beleza e pastas de dentes, optando por usar a Pedra-Pomes. Vamos agora considerar que ações serão mais apropriadas e, quando oportuno, fazer uma declaração"

 

Muitos argumentam que uma proibição definitiva enviaria uma mensagem clara que os micro plásticos não têm qualquer lugar em produtos de beleza com alternativas como a Pedra-Pomes prontamente disponíveis.

 

A Techfil oferece 3 classes distintas de Pedra-Pomes especificamente formuladas para substituir as microesferas:

 

Pedra-pomes 0-3/4 - Classe Fina

 

Pedra-pomes, 1/2 – Classe Média

 

Pedra-pomes, 1-1/2 – Classe Áspera

 

Entre em contato connosco através do e-mail info@techfil.co.uk  para requerer amostras de laboratório e de trabalho.

Created and Hosted by WYSIWYG Computers